SBGG

Notícias

SBGG apoia Instituto Horas da Vida20/11/2014

Aproximadamente 30% da população assistida pelo projeto é composta por idosos


Em uma iniciativa para ajudar pessoas de baixa renda sem acesso à saúde de qualidade, o médico geriatra João Paulo Ribeiro e Rubem Ariano fundaram o projeto Horas da Vida em 2012. A ideia surgiu quando João Paulo, que já fazia trabalhos voluntários em seu consultório, percebeu que outros colegas da área da saúde também realizavam ações voluntárias para aqueles que precisavam. Em setembro de 2013, o programa deu origem ao Instituto Horas da Vida.


O projeto possibilita que profissionais e empresas da área da saúde atendem gratuitamente pessoas assistidas por instituições com trabalho social reconhecido. São mais de 11 instituições cadastradas com 30 mil pessoas assistidas. Os profissionais que doam suas horas podem colaborar com consultas, palestras e ações de saúde.


Apesar de o Instituto contar com várias especialidades médicas entre os voluntários, João Paulo explica a importância da participação de geriatras e gerontólogos. Segundo ele, apesar de o atendimento se estender a todas as faixas etárias, aproximadamente 30% da população assistida pelo Horas da Vida é composta por idosos. “Diante do rápido crescimento do envelhecimento da população no Brasil, a tendência é se tornar maior”, afirma. Ainda de acordo com João Paulo, o papel desses profissionais é fundamental não só para prestar atendimento, mas também para educar a população sobre o processo de envelhecimento.


Mas os desafios do programa não acabaram. Segundo João Paulo, ainda há muito a fazer. “Nossa expectativa é tornar o projeto conhecido. Quanto mais conhecido ele ficar, mais profissionais vão querer participar”, completa. 


Saiba mais: http://goo.gl/AfkMAU

Mais notícias